Menu

PREVENÇÃO E GESTÃO DE
INCUMPRIMENTO

Sobre endividamento

São muitas as despesas a que temos que fazer face no nosso dia-a-dia e adesão a um crédito muitas vezes é a ajuda necessária para equilibrar as nossas contas. Mas, ao mesmo tempo, é também um compromisso que assumimos.

Antes de assumir o compromisso de ter uma mensalidade de crédito para pagar, dentro dos prazos estipulados e de forma frequente, certifique-se que esta nova responsabilidade se encaixa no seu orçamento. Tenha a certeza que as condições acordadas se adaptam a si e que irá sempre honrar o seu compromisso.

Incumprimento

A adesão a uma solução de crédito pressupõe o cumprimento das condições estipuladas no contrato, assinado por ambas as partes, nomeadamente o pagamento da mensalidade acordada e dentro do prazo definido.

Este é um compromisso muito importante e que deve ser cumprido, não sendo do seu interesse colocar-se em situação de incumprimento. Se o fizer, deverá ter consciência que poderá sujeitar-se a consequências graves, como penalizações ou até mesmo à penhora dos seus bens.

A equipa Crédito Capital dispõe de mecanismos que podem evitar colocar-se numa situação sem saída e que o vai prejudicar não só a si mas também aos seus.

Por este motivo, por mais difícil que seja dar este passo, é de grande importância que nos informe imediatamente caso veja que não vai conseguir pagar alguma das prestações ou que vai entrar em situação de incumprimento do contrato celebrado.

Sempre que um cliente Crédito Capital nos comunicar eventuais problemas no pagamento das suas prestações, a instituição de crédito está obrigada, pelo Decreto-Lei n.º 227/2012, de 25 de outubro, a avaliar o seu risco de incumprimento. Sempre que possível, a instituição de crédito irá ainda propor soluções que evitem que cliente chegue a uma situação de incumprimento do contrato de crédito.

Se esta situação se aplicar a si, entre em contacto com os nossos profissionais para que possamos ajudá-lo.

PERSI

A regularização de situações de incumprimento de crédito é feita através de soluções que são negociadas conjuntamente, entre o cliente e a sua instituição de crédito.

Esta regularização do incumprimento é promovida pelo Procedimento Extrajudicial de Regularização de Situações de Incumprimento - PERSI, criado pelo Decreto-Lei n.º 227/2012, de 25 de outubro.

Caso se dê o não pagamento de alguma prestação e/ou nas situações em que o cliente bancário tenha alertado para o risco de vir a entrar em incumprimento do contrato celebrado, as instituições de crédito são obrigadas a dar início ao PERSI de imediato, cumprindo o definido por lei.

As instituições de crédito são ainda obrigadas a integrar os créditos em incumprimento em PERSI entre o 31.º e o 60.º dia após dar-se o referido incumprimento.

Após ser dado início ao PERSI, o cliente bancário será informado nos 5 dias seguintes e ser-lhe-ão comunicados os seus deveres e direitos dentro do processo.

Qualquer cliente bancário em incumprimento de crédito poderá solicitar à instituição a integração desse crédito em PERSI.

Rede de apoio ao cliente

Todos clientes que estejam em situação de incumprimento do contrato, previamente assinado, ou em vias de passar a estar em incumprimento, poderão obter aconselhamento e acompanhamento gratuito através da rede extrajudicial de apoio ao cliente bancário - constituída por entidades reconhecidas pela Direção-Geral do Consumidor.

Poderá obter mais informações sobre a rede extrajudicial de apoio ao cliente bancário visitando o Portal do Consumidor

Este site usa cookies, poderá consultar toda a informação na nossa página de Política de Privacidade. Reconheço e aceito que ao continuar a utilizar este site, dou o meu consentimento à utilização dos cookies deste site. Para mais informações sobre os cookies que utilizamos, como os gerimos e/ou apagamos, por favor consulte a nossa Política de Privacidade.